ICArabe marca presença no encerramento do Festival Panorama do Cinema Libanês

sex, 01/12/2017 - 00:52
Publicado em:

O Instituto da Cultura Árabe integrou o encerramento do Festival Panorama do Cinema Libanês, no Espaço Itaú de Cinema, em São Paulo, nesta quarta-feira, 29 de novembro. A fundadora do ICArabe, reitora da Unifesp e idealizadora da Mostra Mundo Árabe de Cinema, Soraya Smaili, participou do último dia de exibições do Festival, integrará um bate-papo com Assad Fouladkar, diretor e produtor do filme Halal Love, após exibição da produção.

O filme mostra quatro histórias tragicômicas interconectadas sobre como homens e mulheres muçulmanos estão tentando gerenciar sua vida amorosa e seus desejos sem quebrar nenhuma regra religiosa (assista ao trailer do filme clicando aqui).

Assad Fouladkar contou ao espectadores que as histórias são reais, representam fatos que ele presenciara em sua infância. “Muitas vezes as mulheres no Líbano conversam sobre seus relacionamentos quando há crianças por perto. E eu era uma dessas crianças.”

Tanto diretor como público ressaltaram que as histórias mostram que pessoas têm sentimentos, anseios e angústias, não importando a nacionalidade ou a religião.

“Foi um filme bastante interessante sobre pessoas e relações entre pessoas, relações amorosas, casadas ou não, que vivem de acordo com os costumes e os hábitos de uma sociedade, que é a libanesa. Gostei muito do filme, da forma como o diretor construiu as histórias dos personagens, das contradições que eles vivem e, principalmente, do desejo de cada um de ser feliz, de viver o amor, viver a vida de forma prazerosa, feliz. Retrata pessoas de diferentes lugares e classes sociais nos seus dilemas e desejos de felicidade, os dilemas do dia a dia, as questões familiares. É um filme que trata do ser humano e da vontade de ser feliz, como qualquer ser humano, em qualquer sociedade. É também que trata de alguns hábitos e costumes daquela sociedade, o que nos ajuda a entender como as pessoas se relacionam e quais são os dilemas diários que elas vivem”, ressalta Soraya Smaili.

halal

Soraya frisa ainda a qualidade do filme, das atuações e da trilha sonora, além dos diálogos. “Assad Fouladkar é uma pessoa bastante experiente, cineasta reconhecido, com filmes premiados, indicados em festivais importantes, como o Sundance e o Locarno (este filme foi apresentado no Festival de Locarno) e também é um diretor que tem bastante experiência em séries de TV, uma parte mais bem humorada de situações da sociedade e do cotidiano, ele tem um humor em sua construção narrativa, o que é bastante interessante."

O Festival foi promovido pelo Instituto de Cultura Brasil Líbano. Além de “Halal Love”, mostrou obras como “Waves 98”, de Ely Dagher, que ganhou a Palma de Ouro de melhor curta-metragem no Festival de Cannes em 2015 e integrou a 11ª Mostra Mundo Árabe de Cinema do ICArabe em 2016, e “The Lebanese Rocket Society”, de Khalil e Joanna Joreige, exibido na 8ª edição da Mostra do ICArabe, em 2013.

“Mais uma vez o cinema ajuda, não só na compreensão de sociedades que têm diferentes visões, mas contribui também pra aproximar nossas visões de mundo e as pessoas, e a entendermos em que mundo estamos vivendo e como são as pessoas de outros lugares. Fiquei contente de ter sido convida para o debate que encerrou este festival. O ICArabe se sente cumprindo mais uma etapa na construção da divulgação da cultura árabe no Brasil.”