Palestra: Povos Beduínos da Síria: Cotidiano e Arte - 29 de junho - São Paulo

qua, 28/06/2017 - 21:33
Publicado em:
0 comments

As danças e as músicas dos povos nômades sírios serão tratadas na palestra Povos Beduínos da Síria: Cotidiano e Arte, que ocorre nesta quinta-feira (29) na capital paulista. O encontro será apresentado por Márcia Dib, bailarina, coreógrafa e mestre em Cultura Árabe pela Universidade de São Paulo (USP). O evento é organizado pelo grupo Lente Cultural.

“A gente imagina que eles são povos isolados, mas não são. Eles fazem trocas materiais e culturais e isso influencia na arte deles”, explica a professora. “Vou falar sobre a música deles em cada lugar do deserto, as frases melódicas, os tamanhos das notas e o que isso tem a ver com a amplitude do deserto”, conta.

Dib irá tratar também da influência do espaço do deserto nos passos de dança dos povos nômades e como este ambiente tem ingerência até na maneira como eles pisam no chão.

A diversidade dos beduínos é outro tópico da palestra. “São muitos os povos e tribos e são pessoas que não aparecem nos censos. Apesar dessa variedade, há costumes culturais compartilhados. Eles têm um jeito de pisar parecido e o tamanho dos gestos é parecido”, diz.

Ela conta que os beduínos são influenciados ainda pela convivência com os povos de diferentes cidades e pelos produtos que eles fabricam para vender nestas cidades. Segundo Dib, há também diferenças nas danças realizadas apenas entre os membros da tribo e aquelas feitas para serem mostradas aos turistas.

Segundo a professora, os temas das músicas são variados, mas a maioria fala de amor. Sentimentos como saudades e o amor pelos camelos também são tratados nas canções beduínas.

Serviço

Povos Beduínos da Síria: Cotidiano e Arte
Quinta-feira, 29 de junho, das 19h às 21h30
Local: Auditório da Livraria Martins Fontes, Av. Paulista, 2º andar
Valor: R$ 45
Inscrições pelo link www.lentecultural.com.br/palestras/palestra-povos-beduinos-da-siria-cotidiano-e-arte/

  •