Maratona de negócios sociais premia projetos sociais para integração de refugiados e migrantes

sex, 25/11/2016 - 12:20
Publicado em:

Oficina colaborativa de desenvolvimento de projetos apresentou iniciativas nas áreas de moradia, empregabilidade, troca de serviços e geração de laços entre "novos brasileiros" e a população local.

A maratona de negócios Creatathon foi concluída no último sábado (19/11) com a escolha de projetos para facilitar a integração de refugiados, apátridas e migrantes estrangeiros no Brasil.

Promovido pelo Migraflix (plataforma social para a geração de renda e intercâmbio cultural entre a população local, migrantes e refugiados) e com o apoio do ACNUR – a Agência da ONU para Refugiados – o Creatathon Demo Day teve a apresentação de cinco projetos idealizados por 30 pessoas de 14 diferentes nacionalidades (entre elas refugiados e apátridas atendidos pelo ACNUR no Brasil). O evento aconteceu na sede do Google, em São Paulo, empresa que também apoia a iniciativa.

Com a participação de uma apátrida e de refugiados em sua concepção, o projeto "Home for Hope" foi eleito o grande vencedor do Creatathon Demo Day. O projeto é uma plataforma de moradia emergencial para estrangeiros recém-chegados ao país, sem laços sociais com os residentes locais e que se encontram em situação de vulnerabilidade.

Por ter sido eleito o vencedor, o projeto será acompanhado pelo Google Campus, além de uma consultoria em assessoria jurídica e contábil, apoio da empresa UHU para a construção da identidade visual e da agência de publicidade NoBullshit para sua estratégia de divulgação.

Assim como o "Home for Hope", os projetos Xseed e Share and Care (respectivamente segundo e terceiro colocados na disputa) também receberão uma consultoria da Escola de Negócios do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) que, ao longo de sete encontros, promoverá a transformação dos projetos em negócios economicamente viáveis e de impacto social.