Oscar 2017: ator muçulmano e filme iraniano são premiados

sex, 03/03/2017 - 01:18
Publicado em:

O diretor iraniano Asghar Farhadi e o ator americano Mahershala Ali fizeram história na cerimônia da 89ª edição do Oscar, no último dia 28. Farhadi ganhou pela segunda vez na categoria de Melhor Filme Estrangeiro. Seu drama "O Apartamento" bateu os concorrentes da Alemanha, Dinamarca, Suécia e Austrália. Ali, protagonista de "Moonlight: sob a luz do luar", é o primeiro ator muçulmano a levar a estatueta. O filme também levou a estatueta nesta edição. 

O cineasta Asghar Farhadi não compareceu à cerimônia como um protesto à política do presidente americano Donald Trump de banir refugiados e imigrantes. Farhadi foi representado pela engenheira Anousheh Ansari, a primeira mulher a fazer turismo espacial, e pelo antigo diretor de explorações solares da NASA, Firouz Naderi, ambos com cidadania norte-americana e iraniana. No palco, ela leu uma carta escrita pelo cineasta.

"Sinto muito não estar com vocês esta noite", dizia o manifesto. "Minha ausência é por respeito àqueles do meu país e aos das seis nações que foram desrespeitados pela lei desumana que proíbe a entrada de imigrantes nos EUA". "Dividir o mundo nas categorias 'nós' e 'o inimigo' cria medo. É uma justificativa enganosa para a regressão e a guerra. Estas guerras impedem a democracia e os direitos humanos nos países em que eles próprios foram vítimas de agressões".

Já Ali preferiu apenas agradecer a seus professores e sua esposa, que acabou de dar à luz o primeiro filho do casal.

ali
O ator americano Mahershala Ali

 

Com informações de O Globo e Correio do Povo