Fórum da ONU em Paris destaca aprendizagem móvel para refugiados

ter, 21/03/2017 - 12:08
Publicado em:
Encontro começou na segunda-feira na sede da Unesco e segue até esta sexta, 24 de março. O objetivo é discutir formas de ampliar o uso de tecnologias móveis e melhorar oportunidades educacionais para deslocados e outras pessoas em situações de emergência.

Especialistas em educação e autoridades de governos se re´nem na sede da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, a Unesco, em Paris, até esta sexta-feira, 24 de março.

O objetivo é discutir formas de ampliar o uso de tecnologias móveis para “chegar às pessoas onde elas estejam” e melhorar oportunidades educacionais para refugiados, deslocados e outros em situações de emergência.

Educação em emergências

A edição deste ano da Semana de Aprendizagem Móvel tem o tema “educação em crises e emergências”. O evento apresenta projetos como o “Professores para Professores”, um portal que conecta instrutores em todo o mundo através do WhatsApp.

Através dessa rede, apoio profissional e psicossocial é oferecido, além de aconselhamento sobre desafios que os instrutores enfrentam.

O professor Romans Garang é um dos participantes da Semana de Aprendizagem Móvel. Ele tem 180 alunos no campo de refugiados de Kakuma, no Quênia.

Tecnologia móvel

O apoio oferecido por programas como o “Professores para Professores” é uma das formas com as quais educadores e estudantes estão usando tecnologias móveis baratas e acessíveis para expandir programas educacionais para pessoas deslocadas que, segundo a Agência da ONU para Refugiados (Acnur), passaram de 65 milhões em 2015.

Este número representa que, em média, 24 pessoas foram forçadas a sair de suas casas a cada minuto todos os dias em 2015. Cerca de 21,3 milhões são refugiados, mais da metade deles com menos de 18 anos de idade.

A Semana de Aprendizagem Móvel 2017 é organizada pela Unesco, em parceria com o Acnur e a União Internacional das Telecomunicações.

Fonte: Rádio ONU