Mostra Mundo Árabe de Cinema em Casa promove bate-papo online com cineasta síria nesta quinta-feira, 3 de setembro

dom, 30/08/2020 - 17:33
Publicado em:

Em plataformas digitais, evento apresenta novos títulos e uma seleção especial histórica de filmes que estiveram na Mostra nos últimos 15 anos. A Mostra tem realização do ICArabe (Instituto de Cultura Árabe), correalização do Sesc São Paulo e patrocínio da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira. Além das exibições, também serão promovidos encontros online com diretores e convidados especiais para interação com o público.

 

O Instituto da Cultura Árabe – ICArabe, com correalização do Sesc São Paulo – Serviço Social do Comércio e CineSesc e patrocínio da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, promove, de 28 de agosto a 27 de setembro, a Mostra Mundo Árabe de Cinema em Casa.

Realizado exclusivamente online na plataforma https://mundoarabe2020.icarabe.org/ (de 28 de agosto a 13 de setembro) e na plataforma Sesc Digital sescsp.org.br/cinemaemcasa (de 31 de agosto a 27 de setembro), o evento traz cinco filmes inéditos no Brasil e uma  coletânea dos destaques da Mostra. Para a programação completa, acesse também https://icarabe.org/node/3887

No dia 3 de setembro, às 17h, será realizado online, no canal do ICArabe no Youtube  o bate-papo online com Soudade Kaadan, cineasta síria do filme The Day I lost my Shadow (O dia em que perdi minha sombra, na foto em destaque), vencedor do Leão do Futuro no Festival Internacional de Cinema de Veneza, em 2018.

Também participam Esther Império Hamburger, professora titular do Departamento de Cinema, Televisão e Rádio da ECA/USP, e Flávia Guerra, documentarista, curadora e crítica de cinema.

Para assistir aos filmes gratuitamente e ser avisado dos bate-papos online no Youtube, basta acessar a plataforma e fazer o cadastro mundoarabe2020.icarabe.org .

O evento será transmitido pelo canal do YouTube do ICArabe, sem tradução: https://www.youtube.com/watch?v=nUwIcDhGeH0

Para assistir ao bate-papo com tradução, faça sua inscrição no Zoom https://zoom.us/webinar/register/WN_n_oFCFeeTGujq6JeLxHoTA
 

The Day I lost my Shadow

O dia em que perdi minha sombra

يوم أداتو الزولي

O filme estreou no Festival Internacional Veneza em setembro 2018. Primeiro filme sírio a competir neste festival.

Prêmios: Festival Internacional de Veneza 2018

Vencedor do Leão do Futuro - Prêmio Luigi de Laurentiis

Nomeado: Prêmio Orizzonti por melhor filme, Prêmio Especial do Júri da Mostra Orizzonti, Prêmio Orizzonti de Melhor Ator, Prêmio Orizzonti de Melhor Atriz, Prêmio Orizzonti de Melhor Diretor, Prêmio Orizzonti de Melhor Roteiro, Vancouver International Women in Film Festival 2019, Vencedor do prêmio de melhor filme, Vencedor do prêmio de melhor atuação - Sawsan Arshid, Valencia Festival of Mediterranean Cinema 2019, Vencedora da Palma de Prata de melhor direção, Minneapolis Saint Paul International Film Festival 2019, Indicado ao prêmio de diretor emergente

Toronto International Film Festival 2018, Festival Internacional de Gouna, Egito – 2018, Indicado ao Golden Star de melhor narrativa, Dallas International Film Festival 2019, Prêmio do Grande Júri de melhor narrativa, Singapore International Film Festival 2018, Indicado ao Prêmio Silver Screen de melhor filme asiático, Los Angeles Film Festival 2018, Vencedor do prêmio concedido pelo júri por melhor ficção; Indicado ao prêmio de melhor filme, London Film Festival 2018, Sutherland Award - indicado ao melhor filme.

Ano: 2018

Duração: 90 minutos

Idioma: Árabe

Gênero: Drama

Direção e roteiro: Soudade Kaadan

Elenco: Reham Alkassar, Sawsan Arshid, Samer Ismail, Oweiss Mkhallalati

Países: Síria, França, Líbano e Qatar

Trailer: www.youtube.com/watch?v=gi8qlOefajM"qlOefajM

Sinopse

No início da guerra na Síria, a jovem farmacêutica Sana tenta comprar um pouco de gás engarrafado, mas sua busca rapidamente sai do controle. Este filme foi escrito em um país onde o amanhã é um pensamento inimaginável. O que é amanhã se você está vivendo sob constantes bombardeios? As sombras vão reaparecer e desaparecer ao longo do filme, anunciadas por um som dilacerante da partitura, cujo efeito é uma reminiscência da obra de Lucrecia Martel, onde o som muitas vezes é um significante de um universo misterioso em que a realidade é distorcida e quebrada . O filme alterna entre diferentes níveis: Realidade, sonhos, ilusões, miragens e um universo hiper-realista em que perder uma sombra é uma experiência traumatizante que se reflete em um conceito de realismo mágico.Vencedor do Prêmio Luigi De Laurentiis de Melhor Estreia em Veneza.

Sobre a diretora

Soudade Kaadan é uma diretora síria, nascida na França. Estudou crítica de teatro no Instituto Superior de Artes Dramáticas da Síria e cinema na Universidade Saint Joseph (IESAV) no Líbano. Seus filmes foram exibidos em vários locais nacionais e internacionais e receberam prêmios internacionais. Seu primeiro longa-metragem de ficção, O dia em que perdi minha sombra, recebeu o prêmio O Leão do Futuro de melhor filme de estreia no Festival de Veneza 2018 e já foi exibido em vários festivais: TIFF, BFI, Busan e IFFR. Seu recente curta-metragem Aziza ganhou o Prêmio Sundance Grand Jury em 2019.

 

 

Serviço:

Mostra Mundo Árabe de Cinema em Casa

Onde: online

28 de agosto a 13 de setembro

Plataforma da Mostra: mundoarabe2020.icarabe.org

31 de agosto a 27 de setembro

Plataforma digital do Sesc:  sescsp.org.br/cinemaemcasa

Mais informações: www.icarabe.org

Quanto: acesso gratuito

Realização: Instituto da cultura Árabe

Correalização: Sesc São Paulo

Patrocínio: Câmara de Comércio Árabe-Brasileira

Apoio: Instituto do Sono e Fambras – Federação das Associações Muçulmanas do Brasil

eve