16ª Mostra Mundo Árabe de Cinema: última mesa redonda desta edição recebe diretor de "Bagdá Vive em Mim"

sex, 03/09/2021 - 21:43
Publicado em:

 

A 16ª Mostra Mundo Árabe de Cinema promoveu a última mesa redonda desta edição, nesta sexta-feira, 03 de setembro. O evento online discutiu o filme "Bagdá Vive em Mim", com participação de Samir Jamaleddine, diretor do filme, Muna Omran, escritora e culturalista, com pesquisa sobre gênero no Oriente Médio (Gepom), e Cristiane Jatene, psicóloga no Brasil e em Portugal. O moderador do debate foi Gabriel Bonduki, bacharel em Cinematografia pela ECA-USP e colaborador permanente do Instituto da Cultura Árabe e da Mostra.

O diretor Samir Jamaleddine contou que sua motivação para gravar o filme foi mostrar como é a vida da população iraquiana, as questões do dia a dia, como liberdade, conflitos emocionais, opressão religiosa, política e imigração, entre outros temas. “Todos nós temos luz e sombra. Quis apresentar as questões do dia a dia que envolvem os iraquianos e como eles vivem. Quis transmitir uma mensagem de esperança para que todos possam ser eles mesmos”, afirmou Jamaleddine, respondendo aos questionamentos iniciais do moderador.

Muna Omran fez uma análise sobre o filme, apontando o como os ocidentais sabem pouco sobre o Oriente Médio. “O desconhecimento sobre o mundo árabe é grande e a Mostra é importante para divulgar a cultura árabe. Fiquei encantada com o filme, peço que a próxima edição continue no formato online no próximo ano”, frisou.

Entre outras questões, Cristiane Jatene observou como o filme trata de temas universais. “O primeiro direito de todos é ter direito. Bagdá Vive em Mim mostra que o árabe só quer viver a sua vida e poder ser quem é”.

Ao final, Gabriel Bonduki elogiou a qualidade do debate e a participação do público. “Foi enriquecedor. Parabenizo o Samir pelo filme. Agradeço as nossas convidadas e a quem nos assistiu”.

A 16ª Mostra Mundo Árabe de Cinema realizou 3 mesas redondas ao longo desta edição.

A primeira tratou sobre os os filmes “A 200 Metros” e “Chave de Fenda”, com o diretor Ameen Nayfeh (A 200 Metros), o produtor do filme “Chave de Fenda”, Shrihari Sathe, e a historiadora Maria Aparecida Aquino, professora-titular da USP, com moderação do jornalista Diogo Bercito. Clique aqui para assistir.

Para assistir à mesa redonda sobre os filmes “Nós Somos de Lá” e “In Memorian", com os diretores Wissam Tanios (Nós Somos de Lá), Otávio Cury (In Memoriam) e o historiador Murilo Meihy (UFRJ). A moderação foi de Soraya Smaili, farmacologista da EPM Unifesp e reitora no período 2013-2021, idealizadora da Mostra Mundo Árabe de Cinema, clique aqui.

A Mostra é realizada pelo Instituto da Cultura Árabe – ICArabe, com correalização do Sesc São Paulo – Serviço Social do Comércio, e patrocínio da Casa Árabe, com apoio de: Arteplex, Unifesp|Cátedra Edward Said de Estudos da Contemporaneidade|Pró-Reitoria de Extensão e Cultura, CineFértil, Instituto do Sono, Synapse Distribution e Confederação Suíça

Realizado exclusivamente online no site mundoarabe2021 e na plataforma Sesc Digital sescsp.org.br/cinemaemcasa, o evento traz, de 20 de agosto a 16 de setembro, sete filmes inéditos no Brasil (veja programação completa neste link https://icarabe.org/node/4076 ), reforçando o caráter da diversidade dos países árabes e da aproximação com a sociedade brasileira, como tem sido ao longo de toda a trajetória da mostra, que projetou-se no cenário internacional e integrou-se ao calendário cultural da cidade de São Paulo. A curadoria da Mostra é de Arthur Jafet.