Arthur Jafet, curador da 16ª Mostra Mundo Árabe de Cinema, é entrevistado pelo Monitor do Oriente

sex, 10/09/2021 - 11:35

 

O diretor de Relações Nacionais do ICArabe e curador da 16ª Mostra Mundo Árabe de Cinema, Arthur Jafet, participou de uma live transmitida pelo Monitor do Oriente em suas redes sociais. A entrevista foi conduzida pela jornalista Amanda De Sordi.

Jafet falou sobre o processo de curadoria para escolher os filmes da edição deste ano, semelhanças entre o cinema latino e árabe e o formato híbrido da 16ª Mostra Mundo Árabe de Cinema. Contou que o processo de curadoria foi muito rigoroso e que ele procurou mostrar novos nomes do cinema árabe para esta edição:

"A Primavera Árabe ocorrida em 2011 afetou o cinema árabe. O cinema independente está muito engajado. Busquei trazer filmes inéditos, ouvir novas vozes, ouvir novos diretores, que estão aparecendo em grandes festivais de cinema. Acompanho o que ocorre nos festivais e no mundo", explicou o curador.

O diretor explicou que os filmes são fortes, tocam na integridade do caráter dos personagens, abordam as questões dos conflitos internos e externos.

"Os filmes
Sessão: Caleidoscópio Identitário e Sessão Tramas Psicológicas são voltados para a identidade nacional e pessoal. Já In Memoriam e Nós Somos de Lá abordam questões do exílio e  da imigração; Chaos fala sobre a guerra civil ocorrida na Síria”, segundo ele.

Outro ponto que foi destacado na entrevista foi a estreia do filme "Os Espantalhos", que acontece nesta sexta-feira, 10 de setembro, no CineSesc
 (sescsp.org.br/cinemaemcasa) e que está disponível na plataforma mundoarabe2021 ( mundoarabe2021).

Jafet também afirmou que a tendência é que a Mostra se mantenha no formato híbrido e explicou sobre o limite de exibição dos filmes.

"Conseguimos atingir um público fiel ligado ao Cine Sesc e ao Centro Cultural Banco do Brasil, com qual mantivemos parceria nos anos anteriores. O público quer ter acesso aos filmes, essas limitações de exibições são impostas pelas distribuidoras, por conta da reabertura das salas de cinema e dos lançamentos. Queremos atingir o maior número de pessoas e a qualidade dos filmes foi elogiada. Desejamos manter o formato híbrido para nossa próxima edição", finalizou

Para assistir à entrevista completa, clique aqui:

A Mostra é realizada pelo Instituto da Cultura Árabe – ICArabe, com correalização do Sesc São Paulo – Serviço Social do Comércio, e patrocínio da Casa Árabe, com apoio de: Arteplex, Unifesp|Cátedra Edward Said de Estudos da Contemporaneidade|Pró-Reitoria de Extensão e Cultura, CineFértil, Instituto do Sono, Synapse Distribution e Confederação Suíça.

Realizado exclusivamente online no site mundoarabe2021 e na plataforma Sesc Digital sescsp.org.br/cinemaemcasa, o evento traz, de 20 de agosto a 16 de setembro, sete filmes inéditos no Brasil (veja programação completa neste link https://icarabe.org/node/4076 ), reforçando o caráter da diversidade dos países árabes e da aproximação com a sociedade brasileira, como tem sido ao longo de toda a trajetória da mostra, que projetou-se no cenário internacional e integrou-se ao calendário cultural da cidade de São Paulo. A curadoria da Mostra é de Arthur Jafet.