Sessão especial do filme "Boa Sorte Argélia”, no Reserva Cultural, marca encerramento da 13ª Mostra Mundo Árabe de Cinema

seg, 27/08/2018 - 16:32
Publicado em:

 

A 13ª Mostra Mundo Árabe de Cinema, que termina nesta segunda-feira com sessão no CCBB São Paulo, realizou neste domingo, 26 de agosto, uma sessão especial do filme "Boa Sorte Argélia", um Cineclube com café da manhã no Espaço Cinema Reserva Cultural. A Iniciativa foi uma parceria com a Aliança Francesa. O evento contou com presença de Edgardo Bechara ElKhoury, idealizador da Cine Fértil, da Argentina, parceira da Mostra Mundo Árabe.

“Estou muito contente com a exibição do filme em um evento tão importante quanto é a mostra de Cinema Árabe e pelo grande número de pessoas que compareceu as salas da Reserva Cultural em pleno domingo de manhã”, disse Edgardo Bechara ElKhoury.

reserva cultural

Ele destacou a parceria firmada com o ICArabe (assinada nesta segunda-feira, 27 de agosto. Leia mais aqui) para coprodução entre a América Latina e os países árabes. “É bom para fortalecer o Brasil e a América Latina. A presença de árabes nesses países é grande. As películas árabes são produzidas e dirigidas por  quase 50% das mulheres, enquanto na América Latina 17% e Hollywood 2%”, Frisou o presidente da Cine Fértil. “Queremos pensar e mostrar a nossa história, fazer novas produções e documentários. Argentina, Brasil, Chile e Colômbia são países que têm espaço no mercado cinematográfico”, concluiu ElKhoury.

Natalia Calfat, diretora de Relações Nacionais do ICArabe, reforçou que a sessão na Reserva Cultural faz parte do encerramento da Mostra Mundo Árabe de Cinema. “Encerra o ciclo especial que organizamos com a Aliança Francesa e a Reserva Cultural com a exibição de filmes árabes com o Cine Clube. Tivemos as sessões em junho, julho e agosto que fizeram parte da mostra e foi um sucesso de público. Apesar do público ser cinéfilo de filmes franco-árabes, houve um grande interesse e procura nas produções francesas que tem temática árabe, o que nos causou surpresa, pois talvez foi o grande recorde da mostra”, contou Natalia. “A presença do Edgard Brechara só enriqueceu o nosso evento”, enfatizou.

reserva cultural 2