Professor brasileiro participa da Arab Code Week

seg, 01/02/2021 - 14:50

Semana Árabe de Programação terá atividades entre o fim de janeiro e meados de fevereiro. A aula de Francisco Tupy será sobre o uso educacional do Minecraft voltado às ferramentas de programação do software.

 

A Semana Árabe de Programação, ou Arab Code Week, é um evento organizado pelos países árabes para difundir o ensino de programação entre estudantes e professores no mundo árabe. A semana oficial vai de 08 a 15 de fevereiro, mas o evento conta com calendário estendido de atividades, todas gratuitas.

Uma delas será a aula do professor brasileiro de origem saudita, Francisco Tupy (foto acima), no dia 24 de janeiro às 15 horas pelo horário de Brasília (19 horas pelo horário da Tunísia, onde estão sediados os organizadores do evento). Único professor não árabe convidado, sua aula será também a única ministrada em inglês – as demais serão em árabe. Segundo Tupy, será um treinamento para professores sobre o uso educacional do Minecraft Education Edition voltado às ferramentas de programação que o software oferece.

“O objetivo dessa aula vai ser ensinar habilidades e competências para que o professor tenha em mente como desenvolver atividades interdisciplinares associadas à tecnologia em aulas de matemática, história e inglês, por exemplo. E que o aluno aprenda a matéria em questão e ao mesmo tempo desenvolva habilidades voltadas para a tecnologia, ou letramento digital, que tem a ver com lógica e pensamento computacional para entender o que é um código, porque é uma linguagem cada vez mais utilizada, a programação está cada vez mais inserida nos currículos”, explicou Tupy em entrevista à ANBA.

A Arab Code Week, segundo Tupy, é um evento que reúne os países árabes por meio do ensino da programação. “Todos os professores são árabes, o único não nascido árabe sou eu, embora tenham me chamado por eu ser descendente e por ter trânsito livre na comunidade”, disse Tupy.

O evento será totalmente virtual e reúne 15 países árabes, são eles Tunísia, Marrocos, Líbia, Argélia, Egito, Jordânia, Líbano, Síria, Palestina, Kuwait, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Catar, Sudão e Omã.

“O objetivo da Arab Code Week é ajudar a comunidade árabe, especialmente professores, alunos e todos os interessados ​​no campo da programação, a destacar suas energias e habilidades, principalmente porque a linguagem da codificação se tornou uma ferramenta fundamental de gerenciamento do mundo atual e de resolução de problemas ao nosso redor. Por isso, surgiu a ideia da Semana Árabe de Programação, para proporcionar um ambiente educacional de uma forma divertida e fácil que possa auxiliar educadores a ensinarem com tranquilidade o básico da Programação para todas as idades, com foco nos jovens. Na verdade, é uma grande oportunidade para eles serem expostos a novas esferas e novas especializações”, diz o texto do guia do evento.

Além disso, o evento visa proporcionar um ambiente adequado para a troca de experiências na região árabe, bem como competições de funcoding. “Isso provavelmente contribuirá para a disseminação da cultura de programação e das ciências, promovendo as habilidades do século 21, como criatividade e domínio da tecnologia, ciência, matemática, engenharia e artes, de acordo com a Abordagem Global Steam”, diz o texto. ‘Steam’ é um acrônimo em inglês para Ciência, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática e é uma abordagem educacional de aprendizagem que usa essas áreas reunidas como pontos de acesso para orientar a investigação, o diálogo e o pensamento crítico do aluno.

A entidade responsável pelo evento é o Comitê Organizador Conjunto da Organização Árabe para Educação, Cultura e Ciência (Alecso), em cooperação com a aliança da Associação Tunisiana para Iniciativas Educacionais e a equipe de coordenadores e treinadores dos vários países árabes envolvidos.

“O importante é que é um evento para fomentar a introdução do que vem a ser o ensino da programação como inclusão tecnológica, que está entre os pilares da OCDE para habilidades futuras, para o treinamento dos jovens pensando na empregabilidade, nas transformações do mercado de trabalho e do ensino”, disse Tupy. OCDE é a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico.

Para saber mais sobre a Arab Code Week, acesse a página do Facebook.

Fonte: https://anba.com.br/professor-brasileiro-participa-da-arab-code-week/